• Equipe CG

A ARTE DA PINTURA: ORIGENS E CURIOSIDADES

Como a maioria das expressões artísticas, a pintura também surgiu na pré-história. Conheça um pouco mais sobre essa arte milenar!



A definição de pintura é, de forma genérica, uma técnica que emprega pigmentos líquidos, pastosos ou em pó a uma superfície de papel, tela ou parede, com o propósito de colori-la, atribuindo-lhe matizes, tons e texturas.

Como a maioria das expressões artísticas, a pintura também surgiu na pré-história. Os povos nômades costumavam pintar as paredes e superfícies rochosas utilizando elementos da natureza, tais como: carvão, sangue, ossos, vegetais e raízes.


Recentemente na Caverna de Nerja, em Málaga, na Espanha, arqueólogos descobriram pinturas com mais de 42.000 anos, muito mais primitivas do que os registros encontrados na “Caverna Chauvel-Pont-d’Arc”, que até então, eram tidos como as pinturas mais antigas do mundo, datando aproximadamente 32.000 anos.


(Detalhe das pinturas mais antigas do mundo, feita por Neandertais na Caverna de Nerja, em Málaga. Acredita-se que representam focas, principal fonte de alimento Neandertal.)


Essas primeiras pinturas feitas pelos povos primitivos também são conhecidas como “Artes Rupestres” e estão perpetuadas em abrigos e cavernas. Suas cores são vibrantes, geralmente feitas com aproximadamente três pigmentos, retratando a natureza com o máximo de realismo, a partir de observações feitas durante a caçada. Esses registros do cotidiano permanecem preservados há milênios, transformando esses locais nos primeiros museus da humanidade.


Uma grande parte dessas pinturas traz figuras de animais, plantas e objetos variados e também representações gráficas abstratas, cenas complexas, etc. Os arqueólogos e cientistas ainda discutem os significados dessas imagens e a possível relação com rituais para atrair boa caça, fertilidade, afastar perigo, ou simplesmente a representação de ideias, sentimentos ou da vida cotidiana, através da linguagem simbólica.


(Pintura Rupestre)


Presente em todos os períodos da história humana, a pintura reflete comportamentos, crenças, vida social e a política das sociedades. A partir dessa manifestação artística é possível compreender o passado em diferentes épocas e locais do mundo.


(“A criação de Adão”, Michelangelo)


Ainda que durante o período grego clássico não tenha se desenvolvido tanto quanto a escultura, a pintura foi uma das principais formas de representação dos povos até o século XX.


A partir do século XVIII, o advento da Revolução Industrial resultou no crescimento da técnica de reprodução de imagens, fazendo com que a pintura de cavalete perdesse rapidamente o seu espaço.



(Fotógrafos utilizando daguerreótipos)


Até então, a gravura era a única forma de reprodução de imagens, trabalho realizado minuciosamente pelos pintores. Porém, no século XIX, com o surgimento da fotografia e o apogeu da reprodução em massa, a função principal da pintura enfrentou uma competição descomunal, se mantendo viva somente pela difusão das galerias de arte.



("Moça com o Brinco de Pérola", de Johannes Vermeer)



Com a Arte Moderna e o avanço da tecnologia, os pintores adaptaram as técnicas tradicionais ou simplesmente as abandonaram, criando novas formas de representação e expressão visual.


Ao longo do século XX vários artistas do Dadaísmo e da Pop Art experimentam unir as artes da pintura e da fotografia em suas obras, criando colagens e gravuras icônicas.



(Marilyn Diptych (1962), de Andy Warhol)



Mas é com o advento da computação gráfica no século XXI que a técnica da pintura se une completamente à fotografia. A imagem digital possibilitou a mistura de diferentes técnicas artísticas, como a pintura, o desenho, a escultura (3D) e a fotografia.



A PINTURA NO BRASIL

(Chegada das expedições portuguesas ao litoral brasileiro em 1500)


A pintura surge no Brasil ainda na época do seu descobrimento. Era a única maneira dos colonizadores europeus registrarem a nova terra, retratando as imagens da natureza e dos índios. Os próprios índios já se utilizavam dessa arte para pintar os seus corpos e utensílios. Apesar de já se expressarem através da arte da pintura, predominou-se a cultura europeia, trazida pelos portugueses.


A ascensão da pintura como movimento artístico veio com o Barroco, a partir do século XVII, através das pinturas das igrejas e de santos do catolicismo.


("Samba", mural de Di Cavalcanti, no Teatro João Caetano)


Com o surgimento da Academia de Belas Artes, na segunda metade do século XIX, o Modernismo desponta como movimento cultural de grande notoriedade no país e no exterior. O movimento passa a trazer a “brasilidade para as artes no Brasil. Nesse momento surgem grandes representantes, como Tarsila do Amaral, Di Cavalcante, Vicente do Rego Monteiro, Anita Malfatti e John Graz.




Essa arte tem história não é mesmo?!



#arte #pintura #história #origem #curiosidades