• Diego Vivan

BALLET: A ORIGEM E SUAS VERTENTES

A importância dessa dança na história da humanidade



O Ballet ou Balé é uma importante forma de expressão artística e uma das primeiras formas de dança estruturadas da história da humanidade.


A seguir, abordaremos um pouco a respeito dessa arte: sua definição, trajetória histórica, características e modalidades. Vale a pena conferir!




O QUE É O BALLET?


É um estilo de dança que teve sua origem na Itália, durante o período do Renascimento. A palavra “ballet” é uma variação do vocábulo “ballare”, que pode ser traduzido como “bailar”.


Essa dança exige postura ereta e verticalizada, flexibilidade, leveza, disciplina, harmonia, simetria corporal e boa distribuição do peso por parte dos bailarinos. É por isso que, para dançar o Ballet é necessário muito preparo físico, bem como uma alimentação equilibrada, principalmente antes das aulas, ensaios e apresentações.




A HISTÓRIA DO BALLET



As origens do Ballet remontam às cortes italianas do século XV, avançando para outras cortes da Europa, principalmente da Inglaterra, Rússia e França.


Esse estilo de dança foi inspirado na “Pantomima”, gênero teatral no qual os atores se expressam através da fisionomia e de movimentos corporais.


Historicamente, reconhece-se como primeira execução de Ballet, um evento realizado para comemorar o casamento do Duque de Milão com Isabel de Aragon. Posteriormente, um espetáculo de mesmo teor foi apresentado no casamento da italiana Catarina de Medicis com o rei Henrique II, da França. Logo, tais apresentações tornaram-se um sucesso, e também um hábito entre as cortes europeias.


O rei Luís XIV é uma figura emblemática na história do Ballet, com grande importância histórica reconhecida para o desenvolvimento dessa dança. Grande amante do Ballet, ele foi o responsável pela fundação da primeira academia de dança do mundo, a “Académie Royale de Danse”, situada no Louvre.

A Academia Real de Ballet tinha como professor Pierre Beauchamp, responsável pela criação das cinco posições de pés que fundamentam o aprendizado do Ballet Clássico.


As apresentações de Ballet só foram introduzidas na Europa Ocidental no período que antecedeu a Primeira Guerra Mundial, sendo popularizada pela “Ballets Russes”.


O Ballet aperfeiçoou-se com o passar dos anos, recebendo forte influência das chamadas “Danças de Concerto”. Novas variações do estilo surgiram, como o Ballet Neoclássico, desenvolvido pelo coreógrafo americano George Balanchine.


Outra vertente, que atualmente vem ganhado muitos adeptos, é o Ballet Fitness, uma modalidade que mescla as técnicas do Ballet Clássico com exercícios aeróbicos. A versão fitness é uma ótima opção para pessoas que desejam fazer atividades físicas com o intuito de melhorar a postura, ampliar a capacidade respiratória, definir músculos e perder peso.




TIPOS DE BALLET


Apesar do surgimento de novas variações, essa expressão artística ainda tem muita força e é reconhecida por duas grandes vertentes: o Ballet Clássico e o Ballet Contemporâneo.




Ballet Clássico


O estilo Clássico está tradicionalmente relacionado às técnicas mais rígidas, complexas e bem delimitadas, que devem ser realizadas de forma orgânica, sutil e suave. Como citamos, o Ballet sofreu influência italiana, francesa e russa. Isso fez com que cada país desenvolvesse técnicas exclusivas, que resultaram em pequenas diferenças na forma como os passos são executados.


Apesar das divergências, atualmente a maioria das escolas de Ballet seguem ao modelo liderado pelo italiano Carlo Blasis, conhecido por muitos como o “Pai do Ballet”.




Ballet Contemporâneo



O Ballet Contemporâneo incorpora diversos elementos do Ballet Clássico e da Dança Moderna. Este tipo de dança permite que haja maior liberdade em termos de movimentos, técnicas e figurinos, além de ser mais interpretativo, permitindo aos bailarinos explorarem as múltiplas possibilidades de expressões corporais e a construção de coreografias inspiradas em gestualidades próprias.


As inovações incorporadas no Contemporâneo, em sua maioria, são oriundas dos conceitos artísticos desenvolvidos na França, durante o século XX.



Seja no estilo Clássico ou Contemporâneo, o Ballet possui grande importância para a história da dança em geral. Sua influência deixou de ser vista apenas como uma forma de entretenimento e passou a ser reconhecida como uma profissão.


E aí, já pensou em fazer Ballet? Experimente! Agende já uma aula experimental gratuita.


#ballet #dança #dançacontemporânea