• Equipe CG

A LÍNGUA INGLESA E SUA IMPORTÂNCIA CULTURAL NO MUNDO

A partir do advento da globalização, a língua inglesa tornou-se indispensável nos dias atuais.


O idioma inglês é considerado a língua internacional, a língua dos estudos, das viagens, dos negócios, e da comunicação. Ela é a segunda língua mais falada em todo o mundo, e imprescindível para o comércio e relações diplomáticas. É a mais utilizada por importantes organizações mundiais como a OTAN, a ONU, entre outras.



O inglês é a junção de diferentes dialetos, que ocupavam a região da atual Grã-Bretanha, por volta de 700 a.C. Alguns desses dialetos eram o celta-britânico, o anglo-frísio, o saxão, o franco-normando e o latim.


A língua inglesa passou por 3 grandes fases: Old English, Middle English e Modern English. Todas elas foram marcadas por importantes momentos históricos:


OLD ENGLISH - INGLÊS ANTIGO

Os primeiros indícios da formação da língua inglesa aconteceram entre os séculos 5 e 11, e teve como principal influência os dialetos das tribos anglo-saxonicas que ocuparam a Grã-Bretanha nesse período.



MIDDLE ENGLISH - INGLÊS MÉDIO


Essa fase teve início no século 11 e perdurou até o século 16. Um dos grandes marcos dessa época e o grande responsável pela adequação do idioma inglês foi a invasão dos povos vikings e franco-normandos, e suas influências através das línguas nórdicas e do francês.

A maior diferença entre o Middle English e o Old English é gramatical, nos campos sintático e analítico.



MODERN ENGLISH - INGLÊS MODERNO


O Modern English teve início no século 16, no período do Renascimento, e se mantém até os dias atuais. Sua expansão se deve à colonização inglesa pelo mundo. O grande marco dessa fase é a padronização do idioma. Além disso, o desenvolvimento da literatura através de grandes expoentes como Shakespeare, também foi um fator importante para a consolidação da língua.


Apesar de muitas vezes não percebermos, todos os dias convivemos com inúmeras palavras da língua inglesa, revelando sua importância e influência sobre a nossa cultura.


Entre as palavras em inglês que comumente utilizamos em nosso dia a dia, estão:

Entre outras.


No mercado de trabalho, o inglês virou atributo essencial para a conquista das melhores vagas, especialmente as de nível superior. Quantas vezes já ouvimos alguém dizer: “Perdi a oportunidade, pois não falo inglês”. Somente o fato de saber inglês, já pode ser um grande diferencial em seu currículo. De acordo com pesquisas salariais, a remuneração de uma pessoa que domina um segundo idioma é de 30% a mais em relação a remuneração de outra que tenha apenas um idioma.


Pelo fato do inglês ser falado por tantas pessoas, às produções literárias, cinematográficas, teatrais, televisivas e das rádios de língua inglesa são extensas e ricas. O inglês deve, sem dúvida, fazer parte da formação dos profissionais de excelência, nos dias de hoje. Com a globalização, muitos brasileiros têm ido ao exterior para estudos, negócios e férias. Da mesma forma que, muitos estrangeiros também têm vindo para o Brasil com as mesmas finalidades. Nestes encontros, adivinhe qual a língua mais comum utilizada para a comunicação com os estrangeiros, independente de sua nacionalidade? Sim, o inglês!

Por isso, um dos pré-requisitos da atualidade para quem busca entrar no mercado de trabalho e ser bem sucedido, é ser fluente na língua inglesa.


Assim como tudo na vida não é mágica, também não existem métodos mágicos, nem escolas excepcionais que o tornarão um “expert” em inglês em pouco tempo. É um estudo extenso que dependerá apenas e exclusivamente de seu esforço e vontade de querer aprender. Além de aulas e livros didáticos, empregue diferentes métodos para estudar o idioma, como: filmes, seriados, músicas e literaturas que sejam de seu interesse, algo que você goste e que lhe dê prazer em estudar.


“Good lock!”


#inglês #línguainglesa #estudo #idioma #origem #importância


Tags: