• Equipe CG

PILATES: SAÚDE FÍSICA E MENTAL

O Pilates trabalha a consciência corporal através do treino de força, flexibilidade e equilíbrio. Recomendado para pessoas de todas as idades, tem a função de fortalecer a musculatura, melhorar a flexibilidade, a concentração, a postura e a coordenação, aumenta a densidade óssea, auxilia na perda de peso, alivia as dores nas costas, aumenta a disposição, e reduz o estresse.



“Pilates é um método de exercício físico que utiliza o peso do próprio corpo para sua execução. Quando todos seus músculos estiverem propriamente desenvolvidos, você realizará com rotina seus exercícios, com o mínimo de esforço e o máximo de prazer”. (Joseph Pilates)




O Pilates trabalha a consciência corporal através do treino de força, flexibilidade e equilíbrio. É recomendado para pessoas de todas as faixas etárias, e tem a função de fortalecer a musculatura, melhorar a flexibilidade, a concentração, a postura e a coordenação, aumenta a densidade óssea, auxilia na perda de peso, alivia as dores nas costas, aumenta a disposição, e reduz o estresse.




O método foi criado em 1920, pelo alemão Joseph Pilates (1883 - 1967), e tem como objetivo desenvolver corpos fortes e saudáveis. Joseph estudou diversas técnicas de meditação, medicina chinesa e também a cultura grega e latina. A combinação dessas visões distintas resultou na criação dos princípios básicos que norteiam o método Pilates, composto por mais de 500 atividades diferentes, e hoje, uma das técnicas mais disseminadas e praticadas no mundo todo.




Segundo ele, a “Contrologia”, que hoje conhecemos como “Pilates”, tem por resultado o controle consciente dos movimentos do corpo, entre eles: Respiração (ênfase na respiração contínua), Centro (trabalho a partir a partir do centro do corpo “power house”), Concentração (conexão corpo e mente), Controle (movimento controlado do início ao fim), Precisão (menos repetições, porém, mais concentração para trabalhar a musculatura correta durante o exercício) e Fluidez (manter o movimento fluente , sem impulsos, sem tremer, sem segurar a posição).



Uma das vantagens desse método é fortalecer a musculatura sem que haja esforços que sobrecarreguem os músculos, como podem ocorrer durante os exercícios de musculação. Sua principal contribuição na medicina relaciona-se à prevenção de doenças reumáticas, ou seja, patologias associadas à fraqueza dos músculos, dos ossos e articulações, que podem ser prevenidas exatamente pelo reforço nessas partes corporais. Além disso, previne problemas de coluna, visto que promove uma melhora significativa na postura corporal.








Outras doenças tratadas pelo Pilates são as lesões causadas por AVC (Acidente Vascular Cerebral) e paralisias, assim como o tratamento de pessoas com particularidades físicas, onde o exercício não permite que os músculos atrofiem. Contudo, nesses casos, é importante que a técnica esteja aliada ao tratamento fisioterapêutico. Com todos esses benefícios, o Pilates não pode ser considerado apenas uma atividade física, mas, também terapêutica.




Vale ressaltar que conforme a legislação, somente dois profissionais estão habilitados a dar aula de Pilates: o Fisioterapeuta e o Educador Físico.

O sedentarismo é um estado, e sempre há tempo para mudanças. Assim como toda atividade física, o Pilates é recomendado e benéfico para todos. A atividade física oferece benefícios em todo nosso corpo, previnem doenças e nos dão tranquilidade para um envelhecimento mais saudável.




''Um corpo livre de tensão nervosa e fadiga é o abrigo fornecido pela natureza para abrigar uma mente bem equilibrada, totalmente capaz de atender com sucesso todos os problemas complexos da vida moderna.'' (Joseph Pilates)


Agende conosco, uma aula experimental de Pilates e mude a sua vida para melhor!


#pilates #saúde #bemestar #exercíciofísico #corpo #mente