• Equipe CG

WILLIAM SHAKESPEARE: O MAIOR E MAIS INFLUENTE ESCRITOR E DRAMATURGO DO MUNDO

“Ser ou não ser, eis a questão.” Conheça um pouco mais sobre William Shakespeare, o maior e mais influente escritor e dramaturgo do mundo!



Mesmo que você não tenha lido uma versão original, com certeza já se deparou com alguma obra de William Shakespeare, considerado uma das maiores figuras literárias da língua inglesa.


Aclamado como o “Poeta Nacional da Inglaterra”, "O Bardo", como também é conhecido, teve suas obras traduzidas, adaptadas e interpretadas mundialmente.


Shakespeare nasceu em 1564, na Inglaterra, no dia 23 de abril, mesmo dia de sua morte.


Era filho de um comerciante bem sucedido e teve uma vida confortável até os 12 anos de idade. Com a morte do pai, teve de deixar os estudos para trabalhar, o que não o impediu de Ler clássicos, novelas, contos, crônicas, e aprender latim.


Casou-se ainda muito jovem, com uma moça mais velha, que tinha o mesmo nome de uma famosa atriz de Hollywood da atualidade: Anne Hathaway.


Apesar de ter tido 3 filhos, Shakespeare não possui descendentes vivos.


Quase não há registros históricos dessa fase de sua vida, mas sabe-se que mudou para Londres, cidade onde viveu e escreveu a maior parte de suas obras, e passou a ter seu trabalho reconhecido.


Teve seu primeiro contato com o universo teatral, como guardador de cavalos na porta do "Teatro de James Burbage". Logo começou a cooperar nos bastidores. Foi copista da companhia de teatro, representou pequenos papéis, escreveu suas próprias peças e tornou-se proprietário da "Companhia de Teatro Lord Chamberlain’s Men".


Por volta de 1610, retornou para a cidade natal, Stratford-upon-Avon, escreveu suas últimas peças e morreu em 1616, com 51 anos.


A arte dramática de William Shakespeare pode ser dividida em 4 fases, que retratam seu amadurecimento:


Até 1590 escreveu comédias baseadas em modelos romanos e italianos;


Até 1602 escreveu comédias, dramas históricos e tragédias no estilo Renascentista, como “Romeu e Julieta” e “Julio César”;


Até 1610, seu “período sombrio”, criou tragédias grandiosas e comédias amargas, como “Hamlet”, “Otelo”, “Macbeth” e “Rei Lear”;


Sua última fase é marcada por peças de final conciliatório, como “A tempestade”.


Sua obra é composta por 38 peças para teatro, 2 poemas e 154 sonetos escritos provavelmente entre 1593 e 1598, além de diversos trechos em verso.


Em 2015, a obra completa de Shakespeare foi nomeada a terceira mais influente da história, segundo uma pesquisa feita pela Biblioteca Britânica e o Conselho de Pesquisa em Artes e Humanidades da Inglaterra.


Shakespeare criou algumas palavras que são usadas até hoje no idioma inglês, entre elas: “addiction” (escrita em “Otelo”), “obscene” (em “Trabalhos de Amores Conquistados”) e “lonely” (encontrada em “Coriolano”).


Suas peças retratam o ser humano em toda sua individualidade e complexidade.


Elas exploram temas como amor, traição, crimes, relacionamentos afetivos, questões políticas e sociais, unindo sua visão poética e refinada ao caráter popular.


As principais obras de William Shakespeare:


  • Romeu e Julieta;

  • Rei Lear;

  • Macbeth;

  • Sonho de uma noite de verão;

  • A megera domada;

  • Hamlet;

  • Júlio César;

  • Otelo;

  • O mercador de Veneza;

  • Ricardo III;

  • A tempestade.


Estamos com inscrições abertas para as aulas de teatro. Vem com a gente!



#teatro #WilliamShakespeare #inspiração